Coala Notícias

Empreendendo em 2022: 5 dicas para começar a empreender

Começar a empreendendo em 2022 pode parecer um tanto quanto assustador, pois não há como saber se dará certo. Isso acaba fazendo com que várias pessoas desistam antes mesmo de tentar, ou que essa ideia não chegue nem a ser cogitada.

Desse modo, a primeira coisa necessária para empreender é possuir a vontade de ter autonomia e iniciativa para tirar a ideia do papel.

Porém, mesmo possuindo essas características, o novo empreendedor ainda pode se sentir perdido em meio às dúvidas. Tendo isso em vista, separamos algumas dicas para você que deseja iniciar um novo empreendimento:

1 – Estude

Essa pode não ser novidade para alguns, porém esse é um passo extremamente importante ao iniciar um empreendimento.

Portanto, é recomendado fazer uma análise do mercado, procurar saber qual a necessidade do seu público alvo e como é a concorrência do serviço que você deseja oferecer.

Além disso, pode-se usar a estratégia utilizada pelas empresas do ramo para traçar a sua própria.

Dessa maneira você consegue identificar as falhas nessas estratégias e desenvolver seu plano de negócio de modo que ele não tenha os mesmos erros.

Outro fator importante é verificar onde as pessoas procuram pelo serviço que você oferece, pois de nada adianta distribuir panfletos se os interessados no seu produto o buscam na internet.

2 – Procure fazer tudo da maneira correta

Apesar de ser tentador realizar todo o processo sem registrar a fim de diminuir os gastos com impostos, é importante fazer tudo de modo regularizado.

A princípio, a regularização pode parecer ser uma burocracia e gastos desnecessários, porém a não regulamentação pode se tornar um problema maior futuramente.

As vantagens de se regularizar como pessoa jurídica ao iniciar um negócio são muitas, inclusive o fato de não possuir taxas no primeiro ano. Desse modo as vantagens por se ter um CNPJ são:

  • Possibilidade de ser contratado por empresas do governo;
  • Possui um limite maior de movimentação bancária;
  • Taxa de impostos reduzidas para empréstimos, além de alguns incentivos;
  • Possibilidade de contratar um funcionário;
  • Emitir notas fiscais no nome da empresa.

Além disso, quando a empresa não é registrada, o empreendedor deve pagar o imposto de renda como se fosse uma pessoa física. Isso implica em maiores gastos com o IRPF.

Desse modo, o registro da empresa também reduz a quantidade de impostos pagos pela empresa.

Sendo assim, é importante procurar um contador para que ele lhe auxilie em todo o processo envolvendo impostos.

3 – Trace um plano financeiro

O plano financeiro consiste em estimar um valor médio de gastos e ganhos, de modo que você consiga ter uma noção do seu faturamento mensal.

Com ele é possível organizar e controlar melhor os gastos, além de dar uma base melhor para planejar seus próximos passos.

Inicialmente, esse valor será um valor teórico, pois não possuirá nenhum embasamento real além de estimativas.

Logo após alguns meses, esse plano deve ser feito tendo como base os meses anteriores, ou seja, deve ser uma média dos meses passados.

Além disso, é importante manter um caixa reserva para estar preparado em caso de imprevistos e evitar complicações por atraso de pagamentos.

Outro ponto crucial é manter o dinheiro da empresa separado do seu próprio dinheiro, pois dessa maneira é mais fácil realizar o controle financeiro.

Sem essa divisão, existe a grande possibilidade do empresário acabar comprometendo o valor das despesas da empresa, levando a criação de dívidas.

4 – Esteja constantemente buscando se aprimorar

O mercado está em constante mudança e desenvolvimento, portanto é extremamente importante manter-se atualizado a respeito das novas tendências.

Sendo assim, deve-se sempre buscar informações a respeito da sua área de atuação, sobre novas maneiras de divulgar seu produto e possíveis melhorias.

Além disso, o novo empreendedor deve ter em mente que ele sempre deve buscar maneiras de melhorar, ou seja, buscar cursos, vídeo aulas ou palestras que podem agregar ao seu conhecimento.

Também é importante fornecer cursos de aprimoramento para seus funcionários, caso tenha, pois eles precisam evoluir juntamente com a empresa.

5 – Seja paciente

É um hábito humano ser imediatista, porém, ao iniciar um novo negócio, é importante ter em mente que os resultados nem sempre vêm rápido.

Portanto, o novo empreendedor deve ser paciente quanto aos resultados e ser resiliente para persistir.

Desse modo, deve-se ter paciência para não desistir de todo seu planejamento, pois com esforço e dedicação os resultados virão com o tempo.

Então, quando começar a empreendendo em 2022?

Apesar de ser uma dúvida de muitos, não existe uma resposta exata para essa pergunta. A melhor hora para se começar um empreendimento é uma decisão que somente você pode fazer.

Mas lembre-se sempre, independente de quanta vontade você possua de começar o próprio negócio, é extremamente importante se planejar antes e montar uma reserva financeira equivalente ao seu gasto de alguns meses.

Dessa maneira, mesmo com o novo empreendimento não oferecendo nenhuma certeza, ainda é possível ter alguma segurança.

Além disso, é recomendado sempre ter um plano B caso o principal dê errado, pois desse modo você não ficará perdido e sem objetivo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.